Shawn Mendes Brasil

Shawn Mendes fala sobre Lyle Lyle Crocodile!

Em recente entrevista, Shawn Mendes falou sobre como foi dublar um crocodilo, sobre a criação da música ‘Heartbeat’ e muito mais! Confira abaixo.

Quem você interpreta no filme e o que o torna tão único?

Shawn Mendes: Dou voz ao Lyle. O filme é interessante porque enquanto os personagens principais estão se esforçando para ser algo, Lyle só quer ter uma família, se sentir em casa e conectado às pessoas, o que é um conceito muito bonito para mim. E eu acho que é isso que o torna tão adorável e relacionável. Porque o que ele diz, sim, ser o centro das atenções é lindo e ótimo, mas o amor é a razão pela qual ele canta. Quando me sinto confortável e aceito é quando quero cantar e é um sentimento ótimo e universal. Acho que me identifico muito com ele.

Como você descreveria o amor de Lyle pela música e como isso o ajuda a se comunicar?

Shawn Mendes: Acho que Lyle canta porque ele adora. Ele adora música. E você pode ver como a música é a linguagem deles. É a maneira como ele se comunica com os humanos no filme, com o qual também sinto que me identifico muito. E eu acho que ele está apenas fazendo isso para comunicar seu amor, e eu sinto que é semelhante a como os humanos fazem música. É quando se trata de comunicar a verdade e comunicar o amor.

“O filme é extremamente engraçado. Na verdade, fiquei surpreso com o quão engraçado ele era porque seu comportamento de crocodilo é tão descontraído. Mas há esses momentos em que ele solta esses grandes rugidos, mas é de alegria, não tipo “estou tentando te assustar”. Isso me encanta.

Além da comédia é a história de Lyle salvando a família e a família salvando Lyle. Fale sobre o senso de aventura presente no filme.

Shawn Mendes: Acho que uma das partes mais emocionantes do filme é o primeiro dia em que você vê Josh entrar em Nova York e ele fica apavorado com o barulho e os sons. E então Lyle mostra a ele todas essas estradinhas com ele subindo as sarjetas. E eles estão realmente se movendo pelas partes loucas da cidade e você vê Josh se abrindo e ganhando essa confiança para se movimentar por Nova York à vontade. Eu acho isso muito legal e emocionante. Eu me sinto como Josh em seu primeiro dia em Nova York, para ser honesto.

O que você pode dizer sobre a música “Carried Away” e aquele momento no filme?

Shawn Mendes: No segundo em que ouvi a música, foi especial. Parecia muito sincera e muito mágica. E acho que esse momento do filme é onde você realmente sente a angústia sobre a situação em que Lyle está. Tudo o que ele realmente quer é ter uma família que o ame. E agora ele foi incompreendido e está preso em uma jaula. E eu acho que realmente combina perfeitamente todas as suas dúvidas sobre se apresentar ao vivo e seu medo das pessoas em geral. E eu acho a música em si linda. Foi uma das primeiras músicas que gravei e foi muito divertido de cantar. Parecia que saía de mim sem esforço.

O que você pode dizer sobre “Heartbeat” e como ele entrou no filme?

Shawn Mendes: ”Heartbeat” é uma música que está muito perto do meu coração há muito tempo. Tem sido essa música incrível de luz e amor, mas nunca pareceu o momento certo para lançá-la. E quando começamos a falar sobre uma música de crédito final e ouvi “Heartbeat”, pensei, oh, é para isso que essa música foi feita. Porque eu nem sei se eu teria conseguido (lança-lá). Não encontrei o momento certo para isso. E o filme realmente parecia que foi criado para isso, foi feito para isso. E estou muito feliz porque é uma das minhas músicas favoritas que já fiz e estou animado para as pessoas ouvirem.

O que torna este filme mais do que apenas um filme infantil e o torna algo para todos?

Shawn Mendes: Eu acho que o filme é cheio de uma sabedoria incrível, realmente. Além do que talvez seja óbvio. Mas fora isso, acho que a música é incrivelmente edificante e bonita e acho que você tem que reconhecer o quão incríveis os atores são e a performance incrível que eles fazem. Para mim, ver Javier assumir esse papel foi impactante da melhor maneira possível. Tipo, eu nunca poderia imaginar ele fazendo um papel como esse e ele é tão cativante o tempo todo. Então eu acho simplesmente emocionante. E eu acho que há algo para todos neste filme.

Lyle tem medo do palco. Você já lidou com esses tipos de ansiedades?

Shawn Mendes: Absolutamente. Acho que quando você não se sente aceito ou confortável, é muito difícil cantar. E eu já estive nessa situação um milhão de vezes. Como entrar no palco e sentir que estou me afogando. Mas o interessante é que Lyle conseguia fazer isso o tempo todo. Ele só precisava que alguém lhe dissesse: ‘Eu te amo mesmo quando você não canta’. Sabe?

Existem grandes números musicais. Há um grande crocodilo. Muitas boas risadas. Como será a experiência de ver o filme na tela grande?

Shawn Mendes: Acho que ver isso na tela grande, no cinema, vai ser incrível. Eu acho que vai fazer tudo parecer ainda maior e ainda mais emocionante, especialmente o final. Você quer ver isso em uma tela grande. É espetacular. Tanto trabalho e esforço foram colocados no design de som e na música por trás do filme que acho que vê-lo em um cinema será o melhor.

Lyle, Lyle, Crocodile já está disponível nos cinemas de todo o Brasil!